Cerol NÃO é Brincadeira

A Guarda Civil Municipal de Nova Serrana está lançando a campanha “Cerol não é brincadeira”, para conscientizar sobre os perigos do uso de cerol em pipas e papagaios. Os membros da GM farão blitz educativas com a entrega de material de conscientização. 

Segundo o Comandante da GM, Igor Alessandro, durante os meses de junho a agosto, aumentam consideravelmente os acidentes com cerol.

“Durante o período de férias escolares, que coincide com a época de maior incidência de ventos, propício para a prática de soltar papagaio e pipas, registramos vários acidentes envolvendo linhas com cerol. É um perigo muito grande para pedestres e, principalmente para ciclistas e motociclistas. Até mesmo a pessoa que solta pipa com cerol está correndo risco. Por isso orientamos às crianças e pais para que não usem cerol, linha chilena ou outro tipo de material cortante, o que acaba transformando um simples brinquedo em uma arma mortal”.

Legislação

O uso do cerol é proibido pela Lei Estadual 14349/02. Os responsáveis por menores que se envolverem em acidentes relacionados com o uso do cerol serão responsabilizados. Quem for flagrado vendendo linhas cortantes pode ser multado. O uso dessas linhas pode resultar em pena de 3 meses a 1 anos de prisão.

 

 

Época das pipas

Com os ventos mais fortes, é comum a prática de uma brincadeira muito tradicional entre as crianças e adolescentes, que é a de empinar pipas. Porém, se certas regras não forem respeitadas, acidentes podem acontecer.

Quando a pipa está com sua linha natural ela apresenta perigos maiores para as crianças que estão brincando, pois exige que a atenção esteja voltada para o alto e, em um segundo de distração, pode gerar um acidente, como quedas e atropelamentos.

Mas há uma maneira dessa brincadeira se tornar ainda mais perigosa: é a pratica de colocar cerol (mistura geralmente de cola com vidro em pó ou finos de metais) na linha para que ela corte e derrubar outras demais pipas.

A prática de aplicar cerol à linha pode transformá-la em uma arma letal, (um corte no pescoço pode ser mortal). Também há risco de cortes para o próprio “empinador” do brinquedo e para as demais pessoas que brincam próximo.

Os perigos do uso do cerol não se limitam a cortes e mutilações. O cerol e o pó metálico também são condutores de energia, aumentando as chances de choque elétrico ao entrar em contato com a rede de energia.

Para brincar com segurança use barbantes ou linhas de algodão. Fios de nylon também não são indicados, pois cortam tanto quanto o próprio cerol.

 

Para maior segurança na prática de soltar pipas ou papagaios siga as dicas:

  • Não solte pipas em dias de chuva, principalmente se houver relâmpagos;
  • Evite brincar perto de antenas, fios telefônicos ou cabos elétricos. Procure locais abertos como praças e parques;
  • Não empine pipa em cima de lajes e telhados;
  • Jamais utilize linha metálica, como fio de cobre de bobinas ou cerol;
  • Não faça pipas com papel laminado. O risco de choque elétrico é grande;
  • Evite usar rabiola. Na maioria dos casos, a pipa prende no fio por causa dela;
  • Se a pipa enroscar em fios, não tente tirá-la de forma alguma;
  • Cuidado com ruas movimentadas;
  • Atenção especial com os motociclistas e ciclistas. Fique atento para que a linha não entre na frente deles.
  • Aos motociclistas, recomenda-se o uso de Antenas Antilinhas

Em casos de emergência ligue 193. 




TAG's: Cerol, Brincadeira

Inicial | Voltar
Link permanente: