Fogo no lote é crime

Prefeitura lança campanha para conscientizar população sobre queimadas
Publicado em: 25 de Julho de 2017 10:58 . Última Atualização: 1 de Agosto de 2017 13:48


 

A prefeitura de Nova Serrana iniciou a campanha Fogo no Lote é Crime. O objetivo é conscientizar a população sobre os perigos causados pelas queimadas, tanto para o meio ambiente quanto para a saúde.

De acordo com a Lei Federal Nº 9.605/98, qualquer atividade que cause poluição ao meio ambiente e danos à saúde humana, como queimadas em lixo, matas e lotes vagos, se configuram como crime ambiental. Se pego em flagrante, o autor é conduzido à delegacia, recebe multa que varia entre R$150 a R$ 2.500 e pode ter sanções a nível judicial.

 

 

Polícia Ambiental

O comandante da Polícia Ambiental de Nova Serrana, Sgt, Vinícius, explica como os órgãos ambientais que atuam na cidade estão combatendo esse tipo de infração.

“A Polícia de Meio Ambiente desenvolve em parceria com o Instituto Estadual de Florestas (IEF), o projeto Prévio Incêndio. Realizamos palestras, distribuímos material educativo e de conscientização e danos orientações, de forma especial na zona rural, onde ainda permanece a ação de queimadas como forma alternativa de limpeza de áreas”.

Ainda segundo Sgt. Vinícius, ao ter conhecimento de prática de queimadas em dias e locais específicos, as pessoas devem, primeiramente, conversar com o autor a fim de conscientizá-lo, caso não seja possível, devem ligar para o 37 3521-9743 (Polícia Ambiental) ou 181 (disque denúncias) ou 190 (polícia Militar) e fazer a denúncia.

Outros problemas levantados pelo Sargento são as queimadas de lixo industrial e em lotes vagos. “As pessoas precisam ter consciência de que toda queima prejudica a saúde. Em Nova Serrana temos muitos problemas como a queima do lixo derivado das fábricas de calçados e queimadas em lotes como alternativa de limpeza. Essas empresas e proprietários devem procurar outras empresas para fazer o descarte correto do material ou a limpeza da área, uma vez que o meio ambiente ecologicamente preservado é direito de todos.”

 

 

Corpo de Bombeiros

O comandante do Corpo de Bombeiros de Nova Serrana, Ten. Thalles Gustavo, também conversou com a equipe de comunicação da prefeitura e falou um pouco sobre o problema das queimadas na cidade.

Segundo o tenente, no período de estiagem, os bombeiros chegam a atender 300 ocorrências por mês. “Em 2016 tivemos uma média de 10 ocorrências por dia. A maioria delas se refere a queimadas em lotes ou matas”.

Ainda segundo Ten. Gustavo, o primeiro procedimento ao se deparar com uma queimada em mata ou lote é ligar para o 193 e passar o máximo de informações para o empenho adequado de viaturas e pessoal para a ocorrência.

“É importante que as pessoas passem informações como o local e a situação do fogo, a quantidade de área já queimada e que ainda pode ser atingida, se existe residência, imóvel ou objetos de valor próximos à área e se possível, alguma identificação de quem iniciou a queimada. Quando a pessoa que ateou o fogo é identificada, nós entramos em contato com a polícia para que as medidas cabíveis sejam tomadas.”

Para quem usa a queimada como método de limpeza, Ten. Gustavo também dá orientações.

“A queimada como recurso alternativo de limpeza não é o ideal, além de ser crime, pois gera poluição ao meio ambiente e pode causar acidentes de trânsitos e danos à saúde. O ideal é a capina ecológica. A queimada só deve ser realizada de forma controlada e com autorização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente”.

 

Dicas e orientações

Ao se deparar com uma queimada, seja de lixo, material derivado da indústria calçadista, mata ou lote vagos, é importante saber que decisão tomar.

 

Queimadas em lotes e matas

  • Ligar para o 193 e passar o máximo de informações como: local e a situação do fogo, quantidade de área já queimada e que ainda pode ser atingida, existência de residência, imóvel ou objetos de valor próximos à área, alguma identificação de quem iniciou a queimada (se possível)

 

Queimadas em lixo ou matéria prima da indústria calçadista

  • Conversar com o autor a fim de conscientizá-lo
  • Ligar 3521-9743 (Polícia Ambiental); 181 (disque denúncias) ou 190 (polícia Militar) e fazer a denúncia.

 

Evite queimadas

  • Descarte corretamente o lixo doméstico ou matéria prima proveniente da indústria
  • Procurar empresas especializadas no descarte adequado de lixo
  • Queimadas em lotes só devem ser realizadas de forma controlada e com autorização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

 

 




TAG's: Fogo, lote, crime

Inicial | Voltar
Link permanente: